Cabanagem

R$100,00

[tp lang=”pt” only=”y” not_in=”en, es”]
Fotografia de André Penteado
Texto: Magda Ricci
Editora Madalena / Editora Terceiro Nome
Coordenação Editorial: Iatã Cannabrava
Número de fotos: 90 (livro verde) 26 (livro vermelho)
Número de páginas: 152 (livro verde) 56 (livro vermelho)
Projeto gráfico: Atlas
Impresso na IPSIS, Brasil
Patrocínio: PAR – Corretora de Seguros
[/tp]
[tp lang=”en” only=”y” not_in=”pt, es”]
Photographies by André Penteado
Madalena and Terceiro Nome Publishing House
Editor: Iatã Cannabrava
Height: 30,5 cm (green book) / 25 cm (red book)
Width: 25 cm (green book) / 21 cm (red book)
Number of pictures: 90 (green book) / 26 (red book)
Number of pages: 152 (green book) / 56 (red book)
Design: Atlas
Sponsored by: PAR – Corretora de Seguros
Printed in Brazil by IPSIS
[/tp]

10 em estoque

REF: cabanagem Categorias , ,

Descrição

[tp lang=”pt” only=”y” not_in=”en, es”]
Em Cabanagem, primeiro livro da série Rastros, Traços e Vestígios, André Penteado percorre cidades do Pará em busca de marcas que fatos históricos deixam no presente.

Como os brasileiros reagem a situações de descontentamento? De que forma as muitas revoltas ao longo da história afetam as pessoas? Foi a partir de perguntas como estas que André Penteado iniciou a série Rastros, Traços e Vestígios. No primeiro livro, Cabanagem, o fotógrafo percorreu parte do estado do Pará, entre Belém, Acará, Vila de São Francisco Xavier, Ilha de Tatuoca, Cametá e Vigia buscando, no presente, marcas reais e metafóricas do que foi a revolta social, que dá nome ao livro, e que aconteceu na região entre 1835 e 1840, deixando aproximadamente 30 mil mortos.

Entre idas e vindas até a região, onde passou dois meses fotografando, com mais de 16 mil imagens na bagagem, o fotógrafo lança agora o livro Cabanagem. São dois livros, um com fotos de lugares que visitou (todos com alguma conexão com a Cabanagem), de tamanho maior e capa verde, outro com retratos de pessoas que encontrou nestes lugares – menor e com capa vermelha – e um jornal com texto da historiadora Magda Ricci explicando o contexto histórico do movimento cabano. Este conjunto é embalado em um envelope que existe em duas versões: metade da tiragem de 1500 exemplares é verde e a outra metade é vermelha.

ANDRÉ PENTEADO nasceu e trabalha em São Paulo, e utiliza a fotografia e o vídeo como instrumentos de investigação das complexas sensações decorrentes de momentos transformadores da vida. Em outra vertente, seu trabalho aborda questões histórico-políticas do Brasil. Suas obras já foram exibidas no Brasil, na Argentina, na Espanha e no Reino Unido, onde teve seus projetos publicados no British Journal of Photography (ed. jan/2011) e na Source Magazine (ed. summer/2010) e realizou apresentações sobre sua obra na Photographers’ Gallery, Four Corners e Photofusion Gallery. Em 2013 venceu o Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger com o trabalho O Suicídio de Meu Pai e em 2014 teve seu projeto Tudo está relacionado selecionado para o Rumos Itaú Cultural 2013-2014. Em 2014 lançou seu primeiro livro – O suicídio de meu pai.
[/tp]
[tp lang=”en” only=”y” not_in=”pt, es”]
In Cabanagem, the first book of the Trails, Tracks and Traces series, André Penteado wanders through cities of the state of Pará searching for evidences left by historical facts in the present time. How do Brazilians respond to situations of discontentment? How did the many uprisings throughout history affect the population? It was questions like these that led André Penteado to initiate the Trails, Tracks and Traces series. In Cabanagem, the first book in the collection, the photographer traveled part of the state of Pará, including the cities of Belém, Acará, Vila de São Francisco Xavier, Ilha de Tatuoca, Cametá and Vigia, searching in the present time for actual and metaphorical evidences of the Cabanagem Uprising, which the book is named after and took place in this area between 1835 and 1840 with a 30 thousand death toll.

After toing and froing to the area, where he spent two months taking pictures (adding up to 16 thousand images), the photographer now publishes the two-book set Cabanagem. The first one, of bigger size and with a green cover, has pictures of places related to the Cabanagem Uprising he visited. The other, small-sized and red-covered, has portraits of the people he found in those places and also a newspaper featuring an article by the historian Magda Ricci explaining the historical context of the Cabano movement. The set comes wrapped in an envelope published in two versions – half of the 1.500-copy print run is green and the other half is red.

ANDRÉ PENTEADO was born in São Paulo, where he is now based. He uses photography and video as instruments to investigate the complex feelings caused by life-changing events. Another approach of his work deals with Brazilian historical-political issues. His works have been exhibited in Brazil, Argentina, Spain, and United Kingdom, where he had his projects published by the British Journal of Photography (January 2011 edition) and Source Magazine (Summer of 2010) and gave lectures about his work at Photographers’ Gallery, Four Corners and PhotofusionGallery. He was recipient of the Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger in 2013 for the work O suicídio de meu pai [My Father’s Suicide] and had his project Tudo está relacionado [Everything Is Related] elected by Rumos Itaú Cultural 2013-2014. In 2014 he published his first book – O suicídio de meu pai.
[/tp]

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Cabanagem”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Editora Madalena

Livros exclusivos da Editora Madalena