Albinos

R$110,00

[tp lang=”pt” only=”y” not_in=”en, es”]
Fotografias de Gustavo Lacerda
Editora Madalena
Capa dura
Número de fotos: 35
Número de páginas: 68
Projeto gráfico: N2 Estúdio
Impresso na IPSIS, Brasil
[/tp]
[tp lang=”en” only=”y” not_in=”pt, es”]
Photographies Gustavo Lacerda
Madalena Publishing house
Hardcover
Number of pictures: 35
Number of pages: 68
Design: N2 Estúdio
Printed in Brazil by IPSIS
[/tp]

10 em estoque

REF: albinos Categorias , Tag:

Descrição

[tp lang=”pt” only=”y” not_in=”en, es”]
De grande repercussão desde que chegou ao público, o trabalho Albinos, do fotógrafo Gustavo Lacerda, ganha agora o formato de livro pela Editora Madalena.

O fotógrafo conta que “a ideia de iniciar o trabalho só veio em 2009, quando percebi que além da riqueza estética havia questões importantes, como a invisibilidade social, a fotofobia, sendo que a fotografia é essencialmente luz. Fui me envolvendo e o projeto foi crescendo”. Foram fotografados cerca de 50 albinos durante cinco anos. No livro, são 35 imagens, resultado de muito trabalho de edição.

As fotografias foram feitas no estúdio do artista, em São Paulo, e também no Rio de Janeiro e no Maranhão, em lugarejos próximos à ilha de Lençóis, conhecida pela alta concentração de albinos. Nas viagens, sempre foi  acompanhado de uma figurinista e um assistente. Consciente de que estava lidando com pessoas que normalmente não vivem a posição de protagonistas, o autor os convidou para o ambiente formal do estúdio. E é assim que com Albinos, Gustavo Lacerda consegue retratar um mundo cheio de sentimentos: misto de orgulho e vaidade, desconforto e incômodo. Um universo cheio de extremos. Em uma das páginas do livro, o leitor pode manusear uma carta, escrita pela mãe de duas irmãs gêmeas albinas, também retratadas no livro.

Gustavo Lacerda nasceu em Belo Horizonte, em 1970, formou-se em jornalismo pela UFMG e, desde 2000, vive em São Paulo. Nos últimos anos tem se dedicado cada vez mais à fotografia de arte. Suas imagens têm sido expostas e publicadas em diversos países como França, Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos, Holanda, Itália, Bélgica, Espanha, China, Coréia, Rússia, entre outros. Desde 2010 possui imagens no acervo do Museu de Arte de São Paulo (MASP) e sua obra já recebeu importantes prêmios, como o Prêmio Porto Seguro de Fotografia (2010) e, por quatro vezes, o Prêmio Fundação Conrado Wessel de Arte (2005, 2006, 2007 e 2011). Imagens da série Albinos estarão no Sesc Santana, a partir de 24 de julho, na exposição coletiva Elemento Latente. O trabalho já foi exposto em bienais e diversos festivais internacionais de fotografia, como a biennale de photographie Photoquai, no Musée du quai Branly (Paris), a Europalia (Bruxelas) e o Photo España (Madri). É o seu primeiro livro, publicado pela Editora Madalena. Gustavo é representado pelas galerias Arte 57, no Brasil, e Catherine Edelman Gallery, nos EUA.
[/tp]

[tp lang=”en” only=”y” not_in=”pt, es”]
After considerable public repercussion, Albinos, by photographer Gustavo Lacerda, now gains book format by Editora Madalena.

The photographer says that, “The idea of starting this project only came in 2009, when I realized that besides an aesthetic wealth there were important issues, such as social invisibility and photophobia, considering that photography is essentially light. I became more and more involved and the project grew.” Some 50 albinos were photographed over five years. The book has 35 images, the result of lots of editing.

The photographs were taken at the artist’s studio in São Paulo, as well as in Rio de Janeiro and Maranhão, in locations close to Lençóis, known for a high concentration of albinos. A stylist and an assistant always accompanied the photographer on these trips. Conscious that he was dealing with people who were not normally cast as protagonists, the author invited them in to the formal environment of the studio. And this is how, with Albinos, Gustavo Lacerda manages to portray a world full of feelings: a mixture of pride and vanity, discomfort and distress. A universe of extremes.

On one of the pages of the book the reader finds a letter, written by the mother of twin albino girls portrayed in the book.
[/tp]

Additional Information

Weight 1.5 kg
Dimensions 36 x 27 x 2 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Albinos”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Editora Madalena

Livros exclusivos da Editora Madalena