Um dia seremos famosos e nada disso vai importar

R$100,00

15 em estoque

Categoria

Descrição

Últimos a experimentarem a vida analógica antes da era digital, os nascidos no início da década de 1980 até meados da década de 1990 formam a chamada geração Millennial. Em novembro de 2017, aos 27 anos, Andressa Ce começou uma série de fotografias de seus amigos e arredores e, ao parar para olhar a sequência, notou uma particularidade: “Percebi uma melancolia latente, uma vontade de externar a imagem de que já somos famosos. Já ‘demos certo’, seja lá o que isso quer dizer”, conta ela. Foi então que nasceu o projeto Um dia seremos famosos e nada disso vai importar .

Acostumada com os heterônimos, Ella A. (Matrioska, Edição do autor, 2013), Sam Terri (Intimidade Miojo, Edição do autor, 2017) e Olga Gaia (Be Aware, exposição no MIS, 2018), Andressa Cerqueira Casado resolveu publicar pela primeira vez por ela mesma. “Já há cinco anos que eu só produzia através das meninas, achei que era importante encontrar um projeto que fosse meu”, explica ela.

O livro terá o formato 17x24cm, com capa flexível e papel brilhante, assemelhando-se a aparência de uma revista destinada ao publico jovem. As fotografias feitas em cidades da França, Inglaterra, Holanda e sua cidade, São Paulo, misturam cenários e personagens, carregam nas cores e cortes, e remetem a esse sucesso exposto nas redes sociais que nem sempre correspondem ao estado emocional real. “A geração Millenium é considerada a de maior número de doentes com depressão até agora e as causas são diversas. Se fala do uso excessivo de celular que leva as pessoas a interagirem cada vez menos pessoalmente, sentindo-se cada vez mais sozinhas; do tédio gerado pela necessidade constante de estímulo por inovações e novas informações o tempo todo; da maturidade que chega cada vez mais tarde. Mas quem sabe toda essa nossa angústia venha da necessidade de ser reconhecido”, reflete a autora.

Um dia seremos famosos e nada disso vai importar fala sobre essa geração de pessoas que cresceram na ansiedade de serem prodígios, de serem reconhecidos o quanto antes. Uma geração que acredita que busca na fama a felicidade. Adultos que brincam de faz de conta, que se apresentam ao mundo da forma como querem ser vistos. “Eu cresci assistindo e sonhando ser daqueles prodígios que bombavam na televisão nos anos 1990. Quando uma tia me perguntou o que queria ser quando crescesse, aos cinco anos, eu disse: Famosa”, completa.

Additional Information

Weight 700 kg
Dimensions 24 × 16 × 2 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Um dia seremos famosos e nada disso vai importar”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Editora Madalena

Livros exclusivos da Editora Madalena